PALESTRA E DESAFIO PIRAMBA MTB - JETFLEX - AMIZADE


Estava há dois anos fora dos palcos devido à pandemia covid-19 quando fui convidado pelo meu amigo João Daniel, de Garça, interior de São Paulo, a participar de um evento o qual era organizador.


Primeiro, a minha história com o João Daniel é muito bacana. Eu o conheci quando passava por Marília e descansava por duas noites em um hotel à beira da estrada durante a travessia do Oiapoque ao Chuí em 2020. Naquela ocasião, João foi muito hospitaleiro. Foi me buscar de carro no hotel e me levou para conhecer as belezas de Garça. Em sua pickup e portando duas bikes mtb na caçamba, dirigimo-nos à área rural de Garça, que segundo ele, havia cachoeira e trilhas entre cafezais. Certo momento recordo de me perguntar o que estava fazendo lá, afinal, já havia pedalado mais de 4000 km, enfrentado, sol, chuva e caminhões.


Deixei de ficar mais marrento quando João me levou para um imenso cafezal em Garça e para um hotel onde havia uma cachoeira. Foi ali que todo meu mau humor foi pro brejo. Estava feliz não somente por estar em contato com a natureza, mas por ter uma oportunidade de aliviar toda a minha tensão de uma forma diferente.


Agradeço muito ao João Daniel e a partir desse dia tornamo-nos amigos. João chorou junto comigo quando cheguei ao Chuí depois de atravessar o Brasil todo. Ali a amizade foi selada. Fiz amigos nessa viagem, muito especiais que conto na palma de uma mão, o João é um deles.


Voltei a Garça quase uma ano depois para participar de um evento do clube Piramba mtb com fins beneficentes. Para mim, foi um prazer retornar à cidade que me acolheu, para o amigo que me acolheu.


Preparei uma palestra roteirizada com muito carinho no dia que cheguei, levei meu livro "Extremos do Mundo" para uma "noite de autógrafos". Passei o final de semana no evento e puder fazer mais amizades, conhecer mais pessoas e ser livre nas escolhas dos relacionamentos que desejo para mim.


Participei até da prova, de forma lúdica, como foi o Projeto Giraventura um dia; queria brincar, apenas me divertir.


O evento foi um sucesso e com tanta coisa que teria para escrever aqui, o que desejo que fique claro é que hoje defino pessoas que queiram acompanhar nesse momento. Não são muitas, pelo contrário, são poucas. Aprendi nas viagens que quantidade não é qualidade pra nada. Hoje, faço-me perguntas se vale a pena e se o estilo de vida que me propus realmente me faz bem. Todos deveríamos nos dar o "luxo" desse questionamento e ter consciência de que a vida é finita e que os laços que formamos hoje são os que importam. Valorize você e quem está ao seu lado, pois o valor da existência mora nesse encontro ou reencontro. Seguimos!







124 visualizações2 comentários

Posts recentes

Ver tudo

MYVATN