"

Engenheiro mecânico de formação, ciclista e palestrante, Nestor Freire, janeiro de 1967, é natural de São Paulo, capital. Desde a sua infância, pedalava pelas estradas de terra da cidade interiorana de Itapecerica da Serra e sempre teve a bicicleta como marca da sua personalidade.

Pai de dois filhos, reside em São Paulo, capital, cidade que utiliza como base e ponto de partida para seus projetos pelo Brasil e pelo mundo."

Nasceu na Maternidade São Paulo, a mesma que um de seus maiores ídolos, Ayrton Senna, nascera anos antes. Nestor Freire é caçula de uma família de três irmãos.

Cresceu nas redondezas do bairro da Vila Madalena e constantemente visitava seu avô que residia em uma chácara do município de Itapecerica da Serra, interior de São Paulo.

Foi nas ruas de terra de Itapecerica que pedalava em sua primeira bicicleta por estradas de terra, montando pequenos acampamentos por onde passava.

A área, repleta de mananciais, proporcionou um contato direto com a natureza e abriu a porta do desafio pessoal para o novato aventureiro.

Sempre fazendo do esporte ao ar livre um estilo de vida, cresceu, sempre levando consigo a paixão da vida sob duas rodas.

Já jovem, no final da década de 1990, adquiriu uma das primeiras bicicletas modelo mountain bike importadas trazidas para o Brasil, a americana Nishiki, que trazia como novidade um quadro inovador de cromo/molibidênio e aros 26".

No final dos anos 2000, ainda com a mesma bicicleta, em um de seus treinamentos dentro da Cidade 

Universitária de São Paulo, sofreu um grave acidente que quase lhe tirou a vida. Nesse dia, foi internado e operado às pressas, ficando anos em recuperação e longe da sua maior paixão, o ciclismo.

Voltou a pedalar anos depois, superando o trauma do acidente e voltando definitivamente ao esporte.

No início de 2010, criou um blog para relatar experiências que vivia em alguns percursos em estrada de terra que percorria.

Usando as viagens de bicicleta como instrumento de desafio e autoconhecimento, começou a escrever sobre seus encontros com pessoas e lugares, de uma maneira que levava o leitor a refletir sobre aspectos diferentes do nosso cotidiano.

Em 2012, idealizou o Projeto Giraventura, uma aventura composta de quatorze etapas em um período de 15 anos (de 2012 a 2027), que tinha como proposta uma reflexão filosófica sobre experiências vivenciadas durante os vários trajetos e percursos que realizava. A aventura, inspirada na "Jornada do Herói", de Joseph Campbell, pretendia promover uma reflexão sobre os desafios e possibilidades de uma vida plena, do ponto de vista de um ciclista.

Como complemento, criou um perfil no Flickr, onde compartilha outra de suas grandes paixões, as imagens dos encontros das suas jornadas.

 

Em 2017, após trabalhar 25 anos na área comercial, decidiu apostar profissionalmente no Projeto Giraventura. Assim, abandonou a carreira como engenheiro de vendas, tornando-se ciclista profissional, escritor e palestrante.

Amante da sétima arte, também é baixista desde a adolescência; atualmente, faz parte de uma banda de rock e blues chamada "Los Padres", onde expressa o seu lado artístico e musical. 

 

Hoje em dia, promove palestras e rodas de debates em empresas e escolas. Com apresentações performáticas em que cenários de viagem são montados, inspira o público e aborda competências diversas, tais como, criatividade, estratégia, inovação, inteligência emocional, motivação, qualidade, resiliência, sustentabilidade, entre outros.

Além disso, é voluntário da ONG Clube de Cicloturismo, onde esporadicamente profere palestras gratuitas de algumas rotas que percorreu.

Também realiza um trabalho social junto à ONG Presente da Alegria, onde visita hospitais, creches e asilos, dando assim sua pequena contribuição às pessoas mais necessitadas.