Dia #31: Punta Arenas / descanso



►Um dia lindo de céu azul quando olhei pela janela do hostel. Tudo para celebrar o último dia de descanso antes da partida e reta final ao Ushuaia. Acordei no horário de praxe, tomei café da manhã com calma e resolvi sair para dar um volta pela cidade. Daí, surpresa, de 32 nós em pleno centro de Punta Arenas, resultado, não consegui ficar em pé na rua. Tentei abrigar-me por um tempo em uma relojoaria, esperando o vento dar uma abrandada; que nada, piorou. Resolvi pegar um táxi compartilhado, dei uma pulo na zona franca, que sabia ser um lugar fechado. Chegando lá, são vários galpões, entrei dentro de um. Para se mover de um galpão ao outro, teria que atravessar a rua, que martírio! Vento gelado, forte, ia me carregando. Uma sensação de impotência, não se consegue pensar no que fazer, a única coisa, procurar um abrigo. O vento me deixa louco, simplesmente louco. Na zona franca, comprei-me um gorro, um par de luvas e meias em uma loja, nada mais. Só para aguentar melhor os próximos dias de frio. Terrível essa sensação de estar em uma cidade grande, cheia de coisas e gente consumindo. Queria sair de lá o mais rápido possível, não conseguia por conta do vento. Resolvi encarar! Fui apoiando-me num corrimão até chegar ao ponto de ônibus, uma via Crucis. Na hora que entrei no ônibus, dei graças a Deus. Queria ir embora. Saí do ônibus e tinha mais três quarteirões para andar até o hostel. Finalmente, cheguei ao hostel. Tinha coberto minha bike com um plásticos para a proteger de uma possível chuva; voaram todos. Estou convivendo com essa situação durante uns dias e fico assim, imagina quem tem que conviver com isso todo dia? Amanhã, tenho barco para Porvenir, às 9h, isso é, ele só atravessa se o vento deixar, então já vi que chegar à Porvenir durante uma hora e meia no Estreito de Magalhães vai ser tenso.


Nestor Freire, ciclista e empreendedor

Engenheiro mecânico formado pela FAAP, ciclista e palestrante, o paulistano Nestor Freire nasce em janeiro de 1967. Desde a infância, a bicicleta sempre esteve presente em sua vida. Continua...

® 2020 Giraventura Consultoria