top of page

OS DESAFIOS DA ETAPA 2024, JAPÃO - PROJETO GIRAVENTURA

Atualizado: 29 de jun. de 2023


Japão - foto Google Images

Aqui começa o planejamento da etapa 11 - Japão - Projeto Giraventura.

Uma expedição de bicicleta no Japão deve ser sem dúvida emocionante e gratificante, mas também apresenta desafios únicos que devem ser considerados. Com uma combinação de paisagens deslumbrantes, cultura rica e estradas bem conservadas, o Japão é um país incrível para se explorar pedalando. No entanto, o planejamento e preparação visam enfrentar algumas dificuldades ao longo do caminho e aqui vou explorar os desafios dessa expedição única que acontecerá em 2024, como parte da etapa 11 do Projeto Giraventura.

Um dos primeiros desafios que os ciclistas têm no Japão é a topografia variada do país. Embora o Japão seja conhecido por sua beleza natural, isso também significa que as estradas muitas vezes atravessam montanhas, colinas íngremes e áreas rurais com terrenos acidentados. Isso pode exige um bom condicionamento físico, resistência e resiliência. É importante estar preparado para longas subidas e descidas íngremes, bem como pedalar em terrenos montanhosos. Entretanto, as rotas oferecem vistas panorâmicas deslumbrantes e uma conexão íntima com a natureza.

Outro desafio a ser enfrentado é a barreira do idioma. Embora o inglês seja amplamente falado em áreas turísticas, especialmente nas grandes cidades, muitas áreas rurais do Japão têm uma quantidade limitada de pessoas que falam inglês. Isso pode dificultar a comunicação e a obtenção de informações durante nossaa expedição. Então, estou tentando apreender algumas palavras e frases básicas em japonês e tratarei de carregar um guia de frases úteis e sem dúvida, um aplicativo de tradução no celular. Além disso, um mapa físico, um rastreador de emergência Garmin InReach (você poderá acompanhar a expedição em tempo real através de um mapa que será gerado online )e um dispositivo de GPS Garmin Edge serão essenciais para se navegar nas estradas japonesas.

A infraestrutura de ciclismo também é um fator a ser considerado. Estudei que embora o Japão seja um país desenvolvido com uma rede extensa de estradas, nem todas as estradas são cicláveis. Algumas delas têm tráfego intenso, falta de acostamento e pistas estreitas, o que pode tornar a experiência de pedalar desafiadora e perigosa. Segundo estudo, o Japão tem se esforçado para melhorar suas rotas para ciclistas, especialmente em áreas turísticas populares. Estudei que há rotas de ciclismo dedicadas, como as ciclofaixas Shimanami Kaido, que conectam várias ilhas no Mar Interior de Seto, proporcionando uma experiência segura e panorâmica. Estou pesquisando as rotas antecedência e planejando bem o itinerário que ajudará a evitar áreas problemáticas e garantir uma expedição mais suave.

As condições climáticas também podem ser um desafio ao realizar uma expedição de bicicleta no Japão. O país experimenta diferentes estações do ano, cada uma com suas próprias características climáticas distintas. Na latitude de Barcelona, estarei viajando no outono japonês em transição para o inverno. As roupas da etapa 10 da Islândia serão necessárias, embora acredite o frio não chegue aos pés.

Por fim, a logística de acomodação da expedição também pode ser um desafio a ser enfrentada. Encontrar acomodações adequadas para ciclistas ao longo do percurso pode ser um desafio, especialmente em áreas rurais com opções limitadas. Dessa maneira, o equipamento para camping estará comigo. Hospedagens em ryokans tradicionais pode ser uma possibilidade, mas tudo dependerá do preço.

Ryokan - foto Google Images

Acredito que a expedição de bicicleta no Japão será uma experiência inesquecível que permitirá explorar essa rica cultura e a deslumbrante paisagem do país de forma única. Trazer esses aprendizados para nossa cultura e transformá-los em palestras de inspiração serão minha missão.


A expedição durará em torno de 50 dias e nos últimos dias estarei acompanhado da ciclista Thais Gisele de Mato Grosso do Sul.


15 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Comments


bottom of page