Dia #39: Pello / Descanso / #rentafinn

Atualizado: 12 de Set de 2019


Ontem eu desmaiei, nunca fiquei tão cansado assim. Durante a noite senti minhas pernas adormecerem. Acordei assustado, levantei, alonguei-as; nunca tive isso. Sei que o esforço foi grande nesses últimos 730 km, mas o psicológico pediu mais. É muita coisa para cuidar, desde a hora que você acorda até a hora que vou dormir. Um sueco perguntou-me se eu me sentia solitário viajando só. Respondi, dando risada e dizendo a ele que me sentiria se estivesse no ócio; não é o caso. Às vezes, tento o ócio criativo, mas até esse é difícil, face ao número de atividades que tenho. Assim, fatalmente as reflexões e questionamentos mais pesados acontecem quando estou pedalando. Esse sim, talvez seja meu grande momento de liberdade de pensamentos e de encontro comigo mesmo.


Bem, acordei na Finlândia, em Pello, um pequeno povoado. Hoje, deu para ajeitar bem as coisas, para me planejar. A rota a Alta na Noruega está pronta, já sei ela de cor, assim se perder o GPS, mesmo assim consigo chegar. Também lubrifiquei a bike, deixei-a preparadinha para amanhã. Além disso, comprei uma fita para colar melhor minhas velhas sapatilhas trazidas de “O Convite”, 2012, quando, pela primeira vez eu as usei, fazendo uma viagem de bike entre Argentina e Chile.


Quando saí do Brasil, uma das coisas que me chamavam a atenção na Finlândia era o tal do “Rent a Finn”. O que é isso? Vamos lá, pelo segundo ano consecutivo, a Finlândia é considerada pelo “The World Happiness Report 2018, 2019” como o país mais feliz do mundo. Segundo os finlandeses, enquanto outros vão à terapia, eles colocam suas botas e vão para os lagos e florestas. Assim, há grupos formados pela internet dispostos a lhe ajudar e colaborar para que a suas descobertas pela Finlândia sejam mais interessantes. Para isso, usa-se a #rentafinn com o propósito de localizar finlandeses para suporte. Bem, até agora tudo isso é uma grande teoria para mim que vou usar e ver se funciona; depois eu conto.


Então, amanhã parto logo cedo para a penúltima fase da viagem. Apontamos Alta, a cidade base para alcançarmos Nordkapp até o dia 21 de agosto. Obrigado pelo apoio de todos. #rentafinn

33 visualizações1 comentário

Nestor Freire, engenheiro e cicloviajante

Engenheiro mecânico formado pela FAAP, ciclista e palestrante, o paulistano Nestor Freire nasce em janeiro de 1967. Desde a infância, a bicicleta sempre esteve presente em sua vida. Continua...

® 2020 Giraventura Consultoria