A bike litorânea


Sempre tive fixação por bikes litorâneas. Estou passando um temporada no litoral sul e acabei reparando como é o cotidiano das pessoas e seu relacionamento com suas bicicletas, veículo de locomoção altamente utilizado por todos.


O que faz as bikes do litoral serem diferenciadas? Levantei algumas hipóteses. Geralmente essas bikes não tem relação de transmissão porque a topografia das cidades litorâneas, é plana. Embora a cidade de Santos possua morros, alguns famosos como Monte Serrat e Santa Terezinha, isso não impede que as bikes continuem em sua maioria com relação única (normalmente 44 x 15). Vi bikes com mais de uma relação, mas é raro e no máximo com três velocidades.


Pelos lados do Guarujá, vi muitas bikes de carga. As pessoas não utilizam alforges (bolsas laterais), algumas nem sabem o que é e que existem. Na maioria das vezes se coloca uma caixa na garupa, uma vez que quase todas as bikes possuem garupas (algumas com almofadinha para transporte de pessoas). Interessante que nas bikes para transporte de pessoas, quando não há garupa, o "carona" geralmente vai sentado no quadro.


Também vi bikes com suportes laterais para carregamento de pranchas de surf (interessantíssimo). São soldadas diretamente na lateral do quadro.


Outra coisa muito peculiar que vi, foi alguns ciclistas que tem a habilidade de pedalar e transportar outra bike ao mesmo tempo. Achei isso incrível, a pessoa segura o guidão com uma mão, a segunda bike com a outra e freia com o pé (freio a tambor) ou com um só freio das rodas quando há a necessidade de parar. Aliás, freio a disco aqui não existe, ou é "v-brake" ou tambor traseiro.


Ainda em relação ao bagageiro, geralmente ele é soldado diretamente no quadro, não há parafusos.


Nessas horas que penso que somos muitos mais desenvolvidos do que os europeus. Pode discordar de mm, mas quem tem tudo na mão, já pronto, não se importa em buscar soluções como o brasileiro faz. A criatividade não falta para o caiçara e encontra soluções bacanas com preços acessíveis para situações de mobilidade. É o brasileiro sendo brasileiro.



54 visualizações

Nestor Freire, ciclista e empreendedor

Engenheiro mecânico formado pela FAAP, ciclista e palestrante, o paulistano Nestor Freire nasce em janeiro de 1967. Desde a infância, a bicicleta sempre esteve presente em sua vida. Continua...

® 2020 Giraventura Consultoria