Voltando a ser criança em Carcassonne


►Tudo começou no século XI e hoje, a fortaleza de Carcassonne é uma das maiores construções medievais do Continente Europeu. Apesar da beleza imensurável da fortaleza, a história dela nos leva à Idade Média, ou seja, um período sangrento onde as pessoas com expectativa de vida de 35 anos eram mortas por qualquer motivo e seus excrementos jogados nas ruas. Dentro dessa cidade, um castelo, o Château Comtal, que servia para proteger os nobres no período das Cruzadas. Também há a Catedral Gótica, erguida sob as ordens do Papa Urbano V, em 1096. Várias opções de restaurantes caros e lojinhas vendendo as tralhas tradicionais para os turistas suculentos. Há dois museus, da Tortura e da Inquisição, que obviamente não falam, mas também lembram o que fazia a Igreja Católica, que achamos que só prega o bem, com os Cátaros, que desafiavam a Santa Fé. Enfim, uma lindo conjunto arquitetônico restaurado que em 2018, leva a marca do artista plástico suíço Felice Varini com sua obra "círculos concêntricos excêntricos" com o objetivo de celebrar o 20º aniversário de inscrição de Carcassonne como patrimônio mundial da UNESCO.



Quando vi a fortaleza pela primeira vez achei que tivera uma déjà-vu, mas não, parece que fui remetido aos meus tempos de criança mesmo. Eu tinha uma fortaleza que ganhei de presente, só que uma fortaleza de índios, um forte-apache. Tinha oito anos e o levava para o sítio do meu avô, que morava no campo, assim podia colocá-la na grama para simular ainda mais a realidade.

Toda vez que eu olho para uma criança, atenção..., pelo amor de Deus, não pense que vou dizer que "vejo uma figura oculta, um cachorro atrás, e que isso é algo muito importante". Essa frase sem pé nem cabeça, dispenso comentar a autoria, mas é daquela coisa mesmo! Desculpe, só queria quebrar o gelo, não tive como deixar de lembrar dessa pérola. Voltando, até perdi o raciocínio...toda vez que olho para uma criança eu observo os detalhes, a maneira de pensar, a maneira de agir, não deveríamos nos espelhar mais nelas?


A infância é símbolo de pureza, inocência e alegria. Crescemos e isso fica guardado dentro de nossa alma, então queira ou não, ainda existe uma criança dentro de cada um nós, que se a levarmos a sério, nos levará a ser mais criativos talvez, ou a se renovar a cada dia. Às vezes, essa criança reprimida nos deixa não acreditar na vida ou nos sonhos de criança que nós adultos julgamos impossíveis.

Hoje, um dia para descansar as pernas do desgaste dos oito dias seguidos pedalando, dei meu passeio de criança na fortaleza, maravilhando-me sim, com um mundo que estava vendo pela primeira vez. Ah, quanta ingenuidade! Sentia naquelas pontes de madeira, por onde passaram cavaleiros, príncipes, eu pequeno, brincando com os índios no gramado do sítio do meu avô e permitindo levar a sua imaginação a longe, bem longe. Qual foi a última vez que você refletiu sobre o que lhe faz feliz de verdade? Talvez, o escritor francês Antoine de Saint-Exupéry, de O Pequeno Príncipe, possa lhe fornecer algumas pistas, vou citar duas: "O essencial é invisível aos olhos, e só pode ver com o coração". Quando me debrucei em um dos muros de pedras construídos há séculos, imaginei que podemos treinar olhar com o coração ao invés do olhos. Sentir mais, analisar menos, sem medo. "Tu te tornas eternamente responsável por aquilo que cativas", assim amor ou amizade requerem compromisso, cumplicidade e responsabilidade, caso contrário, não é amor, nem amizade e sim só mais aquele amigão do "Face". O que lhe torna feliz?

Sempre lembro que o bicho mais curioso do mar é o tubarão, gosto do tubarão por isso. O saudoso Saramago dizia que deixamos de ser crianças quando perdemos a curiosidade. Sinta a criança que há dentro de você, hoje eu senti e me via lá, correndo pelos muros medievais de Carcassonne, brincando, com apenas um compromisso na vida, ser feliz.

Inspire-se, o filme O Que De Verdade Importa estreia dia 13 de setembro na Europa, dia 27 de Setembro no Brasil, (um dia antes do aniversário da minha mãe que faleceu dessa doença). Esse é o primeiro filme com 100% da bilheteria revertida para instituições que combatem o câncer infantil. Junte-se ao diretor Paco Arango e seu elenco e mais 7 ONGs brasileiras nesse grande movimento de solidariedade; assista ao trailer, clique aqui. Sinta a criança que há em você ajudando também as crianças poderem ser crianças. #pessoasquecuram Obrigado a Vanessa Guerra pelo apoio. Boa noite!


5 visualizações

Nestor Freire, engenheiro e cicloviajante

Engenheiro mecânico formado pela FAAP, ciclista e palestrante, o paulistano Nestor Freire nasce em janeiro de 1967. Desde a infância, a bicicleta sempre esteve presente em sua vida. Continua...

® 2020 Giraventura Consultoria